Chez Cultura

TEATRO
Por: Dionísio A.

“R & J de Shakespeare – Juventude Interrompida”





Depois de uma longa pausa para descobrir inebriantes calçadas.Volto com mais alegria para a nova temporada.  Fico contente por cada cidadão se responsabilizar pelos buracos e calçadas mal tratadas , agora é lei. Nessas andanças fui parar no Belem, um bairro importante para muitos, mas que poucos conhecem.

A sede do SESC Belenzinho é moderníssima e o espetáculo “R & J de Shakespeare – Juventude Interrompida” tão moderno quanto.

A trama de “R & J de Shakespeare” se passa em uma escola católica extremamente conservadora, onde quatro estudantes exploram “Romeu e Julieta” como uma fuga da repressão em que vivem.

No palco, quatro jovens e promissores atores dão vida ao inspirado texto: João Gabriel Vasconcellos, Felipe Lima, Pablo Sanábio e Rodrigo Pandolfo. Eles vivem os estudantes e, em determinado momento, passam a reproduzir a famosa peça de Shakespeare, como “uma peça dentro da peça”, vivendo os personagens da obra.

O cenário é objetivo, com apenas quatro carteiras de madeira, e sobre elas objetos como lápis, giz e pincéis – em certo momento, muito bem aproveitados como se fossem pincéis de maquiagem. O giz também permite brincadeiras ilusionistas, como o desenho de uma igreja no chão. Lousas verdes completam o clima escolar. Não há troca de figurino; eles usam o tempo todo um terno vermelho de veludo forrado com cetim dourado, que ganha várias versões criativas – inclusive como saia. E, assim, de maneira simples e direta, de ato em ato, de diálogo em diálogo, os quatro garotos vão fazendo descobertas de si mesmos, sobre sexualidade e amor, claro, a grande essência de “Romeu e Julieta”.

Uma grande diversão dos atores afinadissimos que não só convencem, como encantam o público que saem do espetáculo irradiantes.

A peça terminou a temporada neste último final de semana, mas volta no espaço dos Fofos, aviso assim que tiver a data.
Satisfeito com a peça, mas com o estomago reclamando conheci  o Italy, um restaurante com um  carrinho de antepastos com uma variedade incrível de conservas, queijos e embutidos de ótima qualidade que circula pelo salão servindo as mesas, para acompanhar meu primeiro Dry Martini da semana. No principal uma gostosa combinação de ravioli de queijo burrata ao molho de tomate coberto com lascas de presunto cru e folhas de rúcula. Ótimo atendimento. Sem sobremesa volto para as calçadas ao som de Crioulo.