Onde estou? HOME | CHEZ CONVIDA

Convida

Fábio Bento




O Chez Croque conversou essa semana com o cabeleireiro Fábio Bento que fala do mercado de beleza masculino e sua visão sobre a gastronomia.
 
Fábio como foi a sua trajetória para se tornar cabeleireiro? Você sempre gostou da profissão?
Foi cortando cabelos na casa da minha Tia e da minha irmã. Depois ficava no sofá brincando no espaldar com os cabelos de minha mãe. E de repente me vi em um salão na Rua Cardoso de Almeida, em São Paulo aos 14 anos.
 
É verdade que o corte de cabelo muda a pessoa? Conte um caso de uma mega transformação que você fez no cabelo de um cliente.
Tenho uma cliente que mudou radicalmente. Ela é jornalista, do interior paulista e bem sucedida. Sempre o mesmo estilo de corte durante anos, e de repente sentou na minha cadeira e disse: “Muda, mas muda tudo!”. E assim foi, mudou completamente e se tornou chefe da “Veja Brasil” que foi muito cotada pelos seus redatores.
 
Já te pediram um corte para a pessoa parecer magra? Isso existe? Qual seria a sua dicas para uma mulher que quer cortar o cabelo para se aparentar mais magra?
Um belo dia entra uma menina de uns 15 anos com todos os traços árabes, só que baixa e gorda. Na hora de cortar o cabelo, ela me mostrou uma foto da Gisele Bündchen. Eu pensei, pensei e disse “Vou fazer você ficar mais bonita que ela”. Afinal, não poderia dizer: “Nasce de novo”.
 
A Helena Montanarini nos contou em outra entrevista que os homens estão mais vaidosos. De acordo com o que você vê no salão e nos seus clientes,  você concorda com ela? Os homens são exigentes no corte e nos cuidados com os cabelos?
Os homens são no novo filão de tudo: cortes, unhas, pele e o que houver. Tanto que a indústria do cosmético cresce mais de 4% ao ano no mundo.
 
Quais são as principais diferenças entre um cabelo da mulher para o do homem? Quais são as suas dicas para os cuidados do cabelo masculino?
O cabelo masculino é muito mais estiloso do que o cabelo das mulheres hoje no mundo. Por exemplo: David Backharan à  Neymar e passando por Rodolfo Valentino, que foi pioneiro e como cuidados sempre com bons shampoos. Estes que dão um grande resultado devido à constante lavagem do cabelo do homem.
 
Agora vamos ao assunto gastronômico. Qual é o seu restaurante favorito? E o prato de lá que você mais gosta?
Meu restaurante favorito é o Carlota e o meu prato é a truta ao molho de ervas. É básico, mas o ambiente me atrai. Simples.
 
Qual é a sua lembrança de infância que se relaciona com comida e cozinha? Algum prato de avó ou mãe que você nunca vai se esquecer de tão bom!
É o dia de Natal. O bacalhau da minha avó que virou tradição para todos os Natais.
 
Qual é a sua visão sobre a gastronomia de São Paulo?
Não existe melhor lugar para comer do que São Paulo. O problema atual são os preços que estão lá em Marrakech. Todos os restaurantes estão se aproveitando do momento de potencial de consumo das pessoas.
 


 

...

Chez Convida

 

...