Onde estou? HOME | CHEZ VISITA

Chez Visita

Tupac - Rio de Janeiro


Uma imersão no melhor da comida peruana

Tupac - Rio de Janeiro

Nos últimos anos,  o ceviche se tornou onipresente nos cardápios do Brasil, um pouco como o tomate seco no anos 90, com a desvantagem de ser mais ácido. Claro que o bom senso implica que a comida peruana vai muito além do peixe marinado, mas todos sabemos que a gula se baseia em características exclusivamente subjetivas, como o instinto. Por isso, numa clara manifestação de sabotagem, tenho estado reticente em relação aos menus andinos, o que felizmente só me prejudicou.

O espaço do Tupac é amplo e bem iluminado, apesar da decoração em tons escuros e moderninha - completamente diferente de todos os antecessores da esquina da Aníbal de Mendonça com a Barão da Torre. Parte da equipe é brasileira, parte peruana e argentina, o que me pareceu simpático e sincronizado com o que acontece na cidade, que mesmo depois do fim da Copa, segue tomada pelos sul-americanos. Todos, sem exceção, gentis e eficientes, o que já é motivo para sair impressionada.

A aventura começa com os pães feitos na casa - bem levinhos e perfumados - e acompanhados de manteiga cítrica, cravada no limão. Ainda no couvert,  um mousse de batata doce e bolinho quinoa com camarão crocante. Minhas determinadas companheiras não me deram a opção de fugir do ceviche, que trouxe grande surpresa e alegria. Dourado com manga e milho crocante, atum com lascas de coco, salmão com algas e ainda tempuras de lula e camarão. Todos bons à beça e sem sombra de acidez.

O amor verdadeiro, no entanto, nasceu na primeira garfada do leitão à pururuca com feijão preto adocicado, batatinhas glaçadas e a terra de bacon, que é uma prima da farofa. A carne é cozida à perfeição e a combinação é um exagero de sabor. O cherne confitado e com pimentas - que não ardem o olho  de ninguém – vem com fritada de batata e flor de abobrinha, de longe meu nome de legume favorito. Dois dos melhores pratos que comi nos últimos tempos e daqueles raros que despertam o desejo de serem repetidos no dia seguinte. De preferência no café da manhã.

O laço dourado veio com o ravióles de menta com chocolate, seu molho cítrico e gelatina de tangerina. Combinação inesperada, mas intensamente saborosa, que espero repetir inúmeras vezes ao longo da muitas décadas de sucesso que desejo ao Tupac.

 

Galeria


Serviço

Nome: Tupac - Rio de Janeiro
Endereço: Rua Anibal de Mendonça132 - Ipanema - Rio de Janeiro - RJ - [ VER MAPA ]
Contato: 21 35924941
Site:
Horário de Funcionamento:
 Segunda a Quinta : 12h a 16h e 19h a 0h
 Sexta : 12h a 16 h e 19h a 1h
 Sábado : 12h a 1h
 Domingo : 12h a 23h
Culinária:
 Peruana
Outras Informações:
Manobrista: R$ 18,00
Lugares: 110 Rolha: R$ 50,00

Cartões:
Crédito:
 Todos



Comentário


SEJA O PRIMEIRO A COMENTAR



Envie seu comentário [Todos os comentários só são exibidos após a aprovação do Chez Croque]


PARA ENVIAR UM COMENTÁRIO, É NECESSÁRIO ESTAR CADASTRADO






 

...


Habitués

SEJA O PRIMEIRO


Participar

...